É possível manter relacionamentos duradouros

É possível manter relacionamentos duradouros

Realmente é possível manter um relacionamento, fazendo com que ele seja mantido em bom clima durante muito tempo, mas na verdade, essa façanha pode-se considerar como algo mágico, porque na verdade são tão raros, que normalmente causa espanto saber que um casal resiste bravamente às intempéries do destino e permanece unido durante muitos anos, chegando às bodas de prata, de ouro, de jade, e de diamante…

A propósito, li uma frase de autoria de Maria Tereza Maldonado, que dá uma boa idéia do assunto. Vejam só:
“Uma fina trama de alegrias, tristezas, dores e ganhos compõe o tecido dos casamentos duradouros.”

É exatamente esse o segredo. Dividir alegrias e ganhos, é fácil para todos. Quando as coisas andam bem, o entendimento é fácil. Mas nem sempre ocorre isso, pois muitas vezes nos bons momentos costuma haver desentendimentos, para decidir a quem cabe os maiores méritos nessa fase boa, e parece incrível falar-se nisso, mas é algo que realmente ocorre, ou seja discutir-se quem trabalha mais, quem ganha mais, a quem cabem os maiores louros pelos êxitos alcançados.

Ora, se os dois estão juntos, os méritos são de ambos, cada qual fazendo sua parte com um objetivo comum, ou seja o bem estar do casal. Não há que se discutir quem faz mais, quem faz menos, quem gasta mais, quem gasta menos, o que tem que haver é um entendimento, diálogo e muito respeito.

Assim sendo, se na fase boa podem surgir desavenças, que dizer então das tristezas e dores. Se o casamento não estiver assentado em bases sólidas, basta surgirem os primeiros problemas para ele ir para o espaço. E é justamente nessas horas que precisa haver um entendimento, que ambos precisam saber escorar-se.

Dificuldades financeiras causam muitos problemas entre o casal, com discussões sobre a quem cabe a culpa pela situação, mas há que se entender que tanto no sucesso como na perda, ambos podem ser considerados como responsáveis…

Porém, algo que afeta mais, é o desgaste que o tempo de união normalmente provoca nas relações afetivas, com o esfriamento do clima romântico dos primeiros tempos.

Na realidade, não há porque haver esse esfriamento, pois o casal deve sempre procurar manter o clima de romance, uma vez que os anos juntos não impede que se leve flores à esposa, não impede que haja um convite para um jantar fora, para um encontro romântico em um motel, para um presentinho de surpresa, para um carinho diferente, para oferecer uma poesia, que são pequenas atenções que sempre emocionam.

Assim como os anos juntos não impedem que a esposa também faça pequenas surpresas, seja estando sorridente sempre que possível, recebendo-o em casa como o fazia nos tempos de namoro, que esteja disposta para as idéias românticas, enfim, fazendo sua parte para quebrar uma rotina desgastante, algo como um jantarzinho diferente, à luz de velas, enfim, pequenas surpresas que fugindo do trivial, ajudam a manter o clima, o interesse, algo que lembre o tempo de namoro.

As receitas são variadas, porque cada caso é um caso, e o casal precisa se conhecer bem, para que ambos possam saber o que poderá melhor agradar ao parceiro. E essas pequenas atenções, pequenas surpresas, ajudam muito a manter um clima saudável num relacionamento longo.

Enfim, crianças, o segredo é basicamente mantido pelo trinomio diálogo, compreensão, respeito. Havendo isso, de ambas as partes, mais um acordo tácito entre ambos, eis aí o grande segredo. Sejam felizes.

Boas rotinas não devem ser quebradas, então, desejo a todos UM LINDO DIA, mantendo a rotina de sempre…
Marcial Salaverry



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *